domingo, 9 de junho de 2013

Resenha - "A Profecia Romanov" de Steve Berry


Titulo: A Profecia Romanov
Titulo Original: The Romanov Prophecy
Autor: Steve Berry
Editora: Record
Ano: 2006
Número de páginas: 447
Sinopse: Pouco antes da revolução que destronou a família imperial russa, o místico Rasputin vaticinou a sinistra profecia Romanov. Quase um século depois, Miles Lord, um advogado estudioso da história russa, é convocado a Moscou para presenciar um momento histórico: a volta da monarquia. Miles tem a missão de investigar o passado do principal cotidiano, mas um atentado contra ele indica o que está por trás da disputa pelo poder real. A única pista é uma mensagem criptografada do enigmático monge Rasputin.
Sou simplesmente fanática por História e desde pequena tenho uma fascinação pelos Romanov - vai dizer que você nunca assistiu Anastasia? -, ou seja, não preciso nem explicar porquê tinha que ler esse livro. E não me decepcionei.

Muitos mistérios rondam o assassinato dos Romanov, última família a governar a Rússia, durante seu exílio em Ekaterinburgo, durante a Revolução Russa. Em 1992, quando desenterraram seus corpos, ao invés de encontrarem onze esqueletos - o czar Nicolau, a czarina Alexandra, as grã-duquesas Olga, Tatiana, Maria, Anastácia, o czarevich Alexei e os servos - encontraram apenas nove. Desde aquela época criou-se rumores de que duas das crianças Romanov sobreviveram - Alexei, o mais novo, e Anastácia, a do meio.

O cenário principal do livro é: a Rússia moderna quer voltar a ter uma monarquia, como nos tempos dos Romanov. Ponto. Há toda uma organização por trás da escolha do novo czar e o candidato preferido é Stefan Baklanov, um descendente distante de Nicolau. Miles Lord, advogado americano fascinado pela história russa, é designado para investigar a vida de Stefan, a fim de descobrir qualquer razão que possa impedir sua eleição e eliminá-la. Miles, porém, descobre mais do que devia; ao encontrar relatos de guardas de Ekaterinburgo que dão a entender que houve sim sobreviventes ao assassinato e que deve existir algum descendente direto do antigo czar vivo começa uma perseguição, patrocinada por poderosos do governo russo, a Miles, para impedi-lo de revelar ao mundo o possível herdeiro do trono russo.

Durante a ação, Miles conhece uma artista de circo russa, Akilina Petrovna, que lhe ajuda a descobrir mais coisas a respeito de uma suposta profecia de Gregorii Rasputin, místico a quem os Romanov confiavam muito, que dizia que caso alguém da família do czar o matasse, ninguém da família viveria por mais de dois anos, porém haveria "ressurreição" através das mãos de outros (terão que ler o livro para descobrir quem são!).

O livro é recheado de ação, mantendo o leitor sempre apreensivo com relação a qualquer personagem que não sejam os protagonistas. "Qualquer um pode ser comprado na Rússia", disseram a Miles, e isso se prova verdade durante a perseguição. E, claro, História pura em cada página. Claro, há fatos inventados pelo autor, como ele explica depois, mas nada que possa interferir em nosso conhecimento sobre a cultura russa.

Foi uma das melhores leituras que tive o prazer de ter este ano. Há uma influência leve de Dan Brown - escritor de "O Código Da Vinci" -, que, quando você acha que o problema está resolvido, aparece mais outras coisas para complicar o herói, e esse foi mais um fator que me fez amar o livro. Simplesmente impossível de largar até a última página.

Alguns capítulos são destinados a flashbacks dos Romanov e isso faz você criar uma empatia indescritível pelos personagens. Mesmo sabendo que o governo de Nicolau foi cruel e tirano, não tem como não sentir pena do fim dessa dinastia que até hoje é tão importante para a História.

Bom, espero que tenham gostado e sugiro que arranjem um jeito de ler esse livro logo! rs
Recomendo a experiência a todos! Até mais galera ;)

13 comentários:

Jade Caroline disse...

Ótima leitura, desde de pequena sou louca com a historia do Romanov... minha paixão começou com o filme Anastácia da Disney e foi so crescendo. Quero muito ler esse livro! Beijos

Nina Makeup

sara disse...

legal a resenha :)

Angélica Albuquerque disse...

Preciso dizer alguma coisa? Mais que perfeito, depois que eu li The 39 clues fiquei com uma fixação pelos Romanov,preciso ler esse livro <3 Resenha perfeita *.*

Bruna Almeida disse...

Ótima resenha! Eu realmente não sou uma fã de história, mas depois de ler a sua resenha, confesso que me deu vontade de ler o livro.

Bruno disse...

Ameeeeeeeeeeei a resenha u.u

Anônimo disse...

Adoreii, preciso ler esse livro *---*

Raquel disse...

Tá ótima a resenha, Luiza!
Como sempre, no final "mandando" a gente se virar pra ler o livro...

^^'

Cah. disse...

Adorei a resenha. Não conhecia o livro, mas na minha próxima compra vou ver se tem disponível. Tem sorteio lá no blog!

Beijos,
http://meumundoecolorido.blogspot.com.br/

Keith Pappen disse...

Adorei a sua resenha. Beijão <3

www.detalhesamor.blogspot.com

Kelly disse...

Beautiful Blog!
Check out my blog?
http://kellyanngonsalves.blogspot.com.au/

Luana Souza disse...

confesso que nao sou muito "chegada" nessa parte da historia, mas a tua resenha (que eu amei) meio que deixa a gente curioso pra ler e passar a se interessar pela historia Russa.. amei lulu :) e obrigada pela dica, rs

Sandra disse...

Terminei de ler hoje o livro e super indico , é sem dúvida uma história fascinante ,uma das melhores que já li e acreditem não foram poucas

vitoria motta disse...

eu estou fazendo uma pesquisa sobre o livro, poderia me contar o desfecho da história????? Em nenhum site encontrei